Dermatite de Contato

acne-thais-pepe

Dermatite de Contato

A dermatite de contato (ou eczema de contato) é uma reação inflamatória da pele causada pelo contato direto com uma substância irritante ou causadora de alergia. A dermatite irritante é causada por substâncias ácidas e materiais alcalinos – sabonetes e detergentes, solventes ou outras substâncias químicas. Pode surgir da primeira vez em que se entra em contato com o componente, ou após algum tempo de contato contínuo.

 

A dermatite de contato alérgica é causada pela exposição a uma substância ou material a que a pessoa seja muito sensível ou alérgica. Geralmente, a reação alérgica não é imediata; a erupção pode surgir de 24 a 48 horas após a exposição. A inflamação na pele varia de irritação leve e vermelhidão, ás vezes com formação de bolhas, a feridas e ressecamento intenso, dependendo do tipo de irritante e da parte do corpo afetada. Esta condição pode ocorrer com uma substância de uso frequente, e embora possa não haver uma reação logo de início, o uso constante pode causar sensibilização e com o tempo (em meses ou até mesmo anos), provocar a alergia.

 

Alguns produtos podem causar reação quando a pele após o contato é exposta ao sol: loções para barbear, pomadas de enxofre, certos perfumes, produtos com alcatrão de carvão e sumo da casca do limão; algumas plantas como aroeira e a folha de figo. Alguns alergênicos transportados pelo ar, como um spray inseticida também podem causar a dermatite de contato.

 

O diagnóstico baseia-se principalmente na aparência da pele e no histórico de exposição a um desses agentes irritantes ou alergênicos. Deve ser realizado o teste de contato, em alguns casos específicos, a fim de ser identificada a substância sensibilizante. Outros exames podem ser utilizados para que sejam descartadas outras causas possíveis para a eclosão das lesões.

 

Para o tratamento, cremes emolientes e umectantes ajudam a manter a pele hidratada, fator muito importante para uma pele saudável e protegida. Esses produtos são essenciais para a prevenção e tratamento da dermatite de contato. Em certas situações outros produtos tópicos, como cremes ou pomadas de corticosteroides podem ser indicados pelo médico. Nos casos mais graves acontece ser necessário o uso de antialérgicos e até corticosteroides orais.