Carcinoma Basocelular

acne-thais-pepe

 

Carcinoma Basocelular

 

É o menos agressivo dos tumores malignos de pele e o mais frequente. Ocorre geralmente em pessoas acima dos 40 anos, sendo fatores de risco exposição ao sol e pele clara, sendo raro nos negros. Outras causas desencadeantes são radioterapia prévia e absorção de compostos de arsênico.

 

Estes tumores localizam-se preferencialmente nos dois terços superiores do rosto, sendo menos comuns nas outras áreas do rosto e do corpo. Aparece normalmente como uma lesão de cor rosada, perolada, podendo ser vistos vasos finos na superfície da lesão, que pode crescer progressivamente até formar um nódulo, formando por vezes uma úlcera na região central.

 

Raramente dá metástases, mas, se não tratado, na medida em que aumenta, pode invadir a pele ao redor e as estruturas mais profundas, inclusive cartilagens e ossos. O diagnóstico é feito pelo aspecto clínico do tumor, devendo ser confirmado por biópsia. O tratamento adequado vai depender da localização, tamanho e profundidade do tumor, sendo a cirurgia, na maioria das vezes, curativa.